Velocidade máxima em trechos da Avenida ACM vai ser reduzida para 40km/h; obras do BRT forçam mudança

De acordo com a direção da Transalvador, obras da BRT forçam mudança de velocidade por causa da circulação de caminhões e máquinas pesadas

A velocidade máxima permitida em alguns trechos da Avenida ACM, uma das principais e mais movimentadas de Salvador, vai ser reduzida para 40km por hora, segundo anúncio da Transalvador nesta segunda-feira(16). De acordo com o diretor do órgão, Fabrízzio Muller, essa velocidade vai ser exigida durante as obras de construção do BRT que a Prefeitura de Salvador já iniciou.

Fabrízzio Muller disse que tudo foi avaliado e por estudos pelos técnicos do órgão e a velocidade estabelecida não será em toda a avenida e sim, em pontos determinados, durante, apenas por alguns meses. No período em que as obras estarão em execução, máquinas e carros pesados vão realizar serviços e circular em algumas vias, por isso, a necessidade de redução da velocidade. “Logo que tudo esteja em ordem, sem risco para motoristas, vamos voltar à velocidade normal”, disse Fabrízzio.

As obras do BRT vão provocar, também, a mudança de pontos de ônibus que estão próximos aos canteiros, até que os trabalhos sejam concluídos. Para orientação dos usuários, a Prefeitura de Salvador inicia, em breve, uma campanha de orientação através da imprensa e redes sociais.

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UM COMENTÁRIO

*