Veja como vai ser a ação da Polícia Rodoviária Federal para o feriadão

Previsão é de aumento de 40% no movimento de veículos que saem de Salvador para o interior a partir desta quarta-feira

A Operação 12 de Outubro, da Polícia Rodoviária Federal(PRF), terá ações até a meia noite de domingo(15). A previsão é de que haja aumento em cerca de 40% no número de veículos nos dias de maior movimentação de saída de Salvador em direção ao interior(quinta e sexta-feira) e retorno (domingo).

Para o planejamento desta operação, a PRF levou em consideração análises de dados estatísticos, com foco no comportamento dos motoristas e nas características dos acidentes considerados graves, ou seja, acidentes fatais ou com vítimas feridas gravemente. Essas análises permitiram direcionar as ações de prevenção e fiscalização. A otimização dos recursos humanos e materiais, possibilita melhoria na fiscalização para coibir comportamentos de risco.

Em toda a Bahia, além do patrulhamento ostensivo haverá reforço no policiamento com equipes táticas e pelotões de motociclistas, com o objetivo maior de prevenção contra acidentes e combate à criminalidade, com maior reforço nos trechos onde haverá maior movimentação.

De acordo com a PRF, o foco continua sendo nas condutas responsáveis por elevados índices de letalidade nos acidentes. Por isso, além da embriaguez ao volante, a fiscalização estará voltada para coibir o excesso de velocidade, as ultrapassagens proibidas, e as infrações envolvendo motocicletas. Neste esquema especial, a fiscalização de embriaguez nas rodovias federais poderá acontecer a qualquer momento e durante qualquer abordagem.

É importante lembrar que, após as mudanças na Lei Seca, não existe mais tolerância para a quantidade de álcool no organismo de quem dirige. Qualquer traço etílico verificado é suficiente para o motorista pagar uma multa de R$ 2.934,70, ter a carteira suspensa e ser impedido de seguir viagem.

Restrição 

Desde março deste ano, a PRF segue portaria proibindo, em determinados dias e horários, o trânsito de Combinações de Veículos de Cargas (CVC), portando Autorização Especial de Trânsito (AET), de Combinações de Transporte de Veículos (CTV) e Combinações de Transporte de Veículos e Cargas Paletizadas (CTVP), portando ou não a AET, bem como o trânsito dos demais veículos portadores de AET. Essas siglas são típicas do transporte de carga pesada em caminhões de grande porte, além das chamadas cargas perigosas, especialmente as de combustíveis e produtos químicos.

O motorista que descumprir a determinação será multado pela PRF. Trata-se de uma infração média, gerando multa de R$ 130,16 e quatro pontos na Carteira de Habilitação. Além disso, o condutor será obrigado a permanecer com o veículo estacionado até o final do período de restrição.

Apesar de todo o trabalho educativo que vem sendo realizado, a PRF já flagrou e autuou diversos condutores irresponsáveis ou agindo com imprudência nos primeiros nove dias do mês de outubro de 2017. Do total de 14.427 veículos fiscalizados, 16.079 pessoas foram abordadas, 3.798 imagens de radar capturadas por veículos em excesso de velocidade. Destacam-se ainda 1.118 infrações por ultrapassagens proibidas, 240 por não usar cinto de segurança, 19 por transportar criança em veículo automotor sem observância das normas de segurança e 58 por conduzir motocicleta, motoneta ou ciclomotor sem usar capacete de segurança.

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UM COMENTÁRIO