TV Bahia substitui Galvão Bueno por Thiago Mastroianni na decisão da Copa do Brasil

Pela primeira vez em muitos anos a voz do locutor mais ouvido da Globo não fez parte da transmissão de uma decisão nacional para os telespectadores baianos

Thiago e Gustavo, do estúdio em São Lázaro, de olho no clássico do Mineirão(Foto: Reprodução)

Quem gosta de futebol acabou surpreendido nesta quarta-feira(27), com a decisão da Rede Bahia de Televisão em cortar o sinal da transmissão de Galvão Bueno, da Rede Globo, no jogo entre Cruzeiro e Flamengo, decidindo o título da Copa do Brasil 2017, em Belo Horizonte. Thiago Mastroianni e Gustavo Castelucci apareceram no estúdio da emissora, em São Lázaro, fazendo a dublagem do jogo.

Minutos antes do início da transmissão, Galvão Bueno havia participado do Jornal Nacional, onde fez uma análise completa sobre o jogo, ao vivo do estádio Mineirão e convidou os telespectadores da Globo para a transmissão. Quando a novela terminou, Thiago e Gustavo encheram a tela da emissora.

A iniciativa da emissora local quebra uma velha tradição durante as transmissões de futebol, onde Galvão Bueno sempre foi absoluto em jogos decidindo títulos nacionais. Além disso, a Rede Bahia não costuma transmitir com equipe própria, jogos que não envolvam Bahia ou Vitória em competições nacionais.

Apesar das vozes baianas em jogo importante envolvendo um título nacional, os telespectadores não conseguiram acompanhar comentários sobre arbitragem e reportagens com entrevistas dos jogadores e técnicos. No intervalo, os operadores tentaram aproveitar a entrevista com Juan, do Flamengo e com Thiago Neves, do Cruzeiro, mas tudo ficou bem abaixo do que normalmente é apresentado, notando-se, perfeitamente, o improviso da iniciativa e os cortes abruptos.

Não está explicado se a troca de Galvão por Mastroianni foi apenas para manter voz da Bahia ou se fez parte da estratégia de marcar o fim da tv analógica, em Salvador e outras 19 cidades da Bahia, nesta quarta-feira.

 

 

SEM COMENTÁRIOS