Transalvador reboca carro no aeroporto e homem fica revoltado: “Agentinho!”

Referência pejorativa foi ao agente de trânsito que fez a autuação, gerando discussão

Um homem que teve o carro autuado por agentes da Transalvador por estacionar em local onde há uma placa indicando ser proibida a parada ou estacionamento, publicou em redes sociais um vídeo do momento em que um outro carro estava sendo rebocado. De acordo com a narração dele, o carro que está sendo levado e que também aparece em local proibido na área de embarque do Aeroporto Internacional Luis Eduardo Magalhães, estava com uma criança e uma acompanhante dentro, enquanto o motorista teria se retirado.

Mas a imagem não mostra a criança no interior do carro, nem a acompanhante. No momento da filmagem, um casal chega correndo e tenta justificar que “ontem” também parou no mesmo local, ainda que a placa de estacionamento e parada proibidos esteja a menos de dez metros. Mas o casal e uma moça segurança a mão de uma criança que aparecem correndo para conversar com os agentes, não dão depoimentos ao rapaz que está gravando as imagens.

Durante a gravação, um dos agentes diz que foi desacatado e começa a filmar para mostrar o outro carro em local proibido. Ele devolve um documento ao rapaz, confirma a autuação, enquanto ouve do motorista a informação de que “eu fui deixar a mochila, eu fui deixar a mochila”. Ele também faz questão de se identificar: “pode me filmar, meu nome é Antônio José Passos de Oliveira, diz ele, afirmando que “vocês são desleais”, ao ouvir de um dos agentes que “você me desacatou”.

Esta semana passada, durante ação de agentes da Transalvador no Jardim Apipema, um aposentado também reclamou do reboque do carro quando ele estava presente no momento em que o veículo era colocado sobre o guincho. Em contato com o #AgoraNaBahia, o diretor da Transalvador, Frabrizzio Mueller disse que o procedimento dos agentes segue norma da empresa. Disse que, a partir da chegada do reboque o o começo da operação, o carro só pode ser resgatado no estacionamento da empresa, para onde foi levado.

O vídeo é encerrado sem mostrar se o segundo carro foi também levado por algum guincho ou apenas autuado.

Assista AQUI as imagens do que ocorreu.

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UM COMENTÁRIO

*