Sindicato promete fechar Estrada do Coco a partir da madrugada desta quarta-feira(24)

Ato em apoio ao ex-presidente Lula deve se repetir em diversos pontos do estado, como já ocorreu nesta terça-feira(23).

Seguidores do ex-presidente Lula fecharam estradas em vários pontos da Bahia nesta terça-feira, como a BR 101, extremo Sul e prometem repetir o ato na quarta-feira(24), dia do julgamento, em Porto Alegre(Foto: PRF/Divulgação)

Cerca de 300 pessoas prometem se reunir a partir do meio da madrugada desta quarta-feira(24), em uma mobilização na Estrada do Coco, que deve ocupar os dois sentidos da pista. A informação está sendo divulgada pelo Sindicato dos Trabalhadores em Educação da Rede Municipal de Lauro de Freitas(Asprolf), que organiza o ato em apoio ao ex-presidente Lula.

Com o nome Frente pela Democracia, o ato organizado pelo Asprolf também contará com a presença de entidades como a ASGUALF, ASSEPMULF, Sindicato dos Comerciários, Associação dos Psicólogos, ASATELF, além de representações do PT, PD, PCdoB, PTB, PSB, PTdoB, PMN e o Movimento de Moradia Digna.

Ainda de acordo com o órgão que representa os trabalhadores em educação no município de Lauro de Freitas, com carro de som, haverá panfletagem e a partir das 7h vão seguir em caminhada até a Câmara Municipal, no centro da cidade, onde farão novo ato.

Manifestações

As manifestações em favor de Lula devem se repetir por diversos outros pontos da Bahia, como já ocorreu nesta terça-feira(23). Rodovias importantes do estado foram fechadas e só voltaram a ter o movimento normal de carros com a intervenção das polícias rodoviárias estadual e federal.

Nas primeiras horas desta terça-feira, foram bloqueadas estradas de acesso a Paulo Afonso, Curaçá e Casa Nova, na região Norte; Itagimirim, Teixeira de Freitas e Itamaraju, no extremo Sul, além da BA-275, que liga Belmonte a Eunápolis, bem como a BR-242, em Barreiras, na região Oeste. Os atos foram organizados pelo Movimento Sem Terra (MST).

 

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UM COMENTÁRIO

*