Salvador sedia encontro sobre cidades inteligentes nesta quinta(15)

Objetivo do encontro é discutir soluções inovadoras com foco em cidades mais sustentáveis, humanas e conectadas

Vai ser realizado nesta quinta-feira(15), o Encontro Connected Smart Cities – Cidades Inteligentes Conectadas – Regional Nordeste, com o objetivo de estimular a discussão sobre cidades inteligentes e a busca por soluções inovadoras que promovam o desenvolvimento dos municípios nordestinos. O evento será realizado no Senai Cimatec, em Piatã, das 9h às 17h.

O QUE É UMA CIDADE INTELIGENTE

Segundo a união Européia, Smart Cities são sistemas de pessoas interagindo e usando energia, materiais, serviços e financiamento para catalisar o desenvolvimento econômico e a melhoria da qualidade de vida.  Esses fluxos de interação são considerados inteligentes por fazer uso estratégico de infraestrutura e serviços e de informação e comunicação com planejamento e gestão urbana para dar resposta às necessidades sociais e econômicas da sociedade. De acordo com o Cities in Motion Index, do IESE Business School na Espanha, 10 dimensões indicam o nível de inteligência de uma cidade: governança, administração pública, planejamento urbano, tecnologia, o meio-ambiente, conexões internacionais, coesão social, capital humano e a economia.

Apesar de ser um conceito relativamente recente, o conceito de Smart City já se consolidou como assunto fundamental na discussão global sobre  o desenvolvimento sustentável e movimenta um mercado global de soluções tecnológicas, que é estimado a chegar em US$ 408 bilhões até 2020. Atualmente, cidades de países emergentes estão investindo bilhões de dólares em produtos e serviços inteligentes para sustentar o crescimento econômico e as demandas materiais da nova classe média.  Ao mesmo tempo, países desenvolvidos precisam aprimorar a infraestrutura urbana existente para permanecer competitivos. Na busca por soluções para esse desafio, mais da metade das cidades europeias acima de 100.000 habitantes já possuem ou estão implementando iniciativas para se tornarem de fato Smart Cities.

Temas relacionados ao papel da tecnologia da informação, da inovação, das Parcerias Público-Privadas (PPPs) e das organizações de fomento no desenvolvimento de Smart Cities serão abordados durante a programação. Na ocasião, também serão apresentados cases de sucesso no crescimento sustentável de cidades do Nordeste, com destaque para as conquistas das capitais.

Empresários, representantes de governos e de instituições foram convidados para o fórum. O encontro, organizado pela prefeitura, através da Secretaria da Cidade Sustentável e Inovação(Secis), em terá palestras com Paula Faria, diretora executiva da Sator; Thomaz Assumpção, Presidente da Urban Systems e Sócio do Connected Smart Cities; Luciana Xavier de Lemos Capanema, do BNDES (Banco Nacional de Desenvolvimento) e André Gomyde, presidente da RBCIH (Rede Brasileira de Cidades Inteligentes e Humanas), entre outros.

Referência

Salvador se destacou no Ranking Connected Smart Cities, avaliação feita para mapear as cidades com maior potencial de desenvolvimento no Brasil, feita pela Urban Systems junto com a Sator. O ranking analisa indicadores de 11 áreas, como mobilidade, urbanismo, meio ambiente, tecnologia e inovação. A capital baiana está na primeira posição na categoria Urbanismo e é a terceira colocada em Meio Ambiente na classificação regional. Na pontuação nacional, alcançou a marca de sexta colocada em Empreendedorismo e sétima em Mobilidade e Acessibilidade.

Fórum Nacional

O encontro regional do Nordeste integra a preparação das regiões do país para o evento principal Connected Smart Cities, que reunirá representantes de todo o Brasil. Neste ano, o fórum nacional acontecerá nos dias 4 e 5 de setembro, no Centro de Convenções Frei Caneca, em São Paulo.

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UM COMENTÁRIO

*