Reunião entre empresários e trabalhadores termina sem acordo; greve é confirmada mas ônibus podem rodar de graça

Prefeito ACM Neto diz que paralisação dos ônibus pode ser interesse dos empresários para pressionar por aumento das tarifas

A greve dos rodoviários marcada para começar a partir desta quarta-feira(23), está confirmada. A reunião que terminou por volta das 12h30 desta terça-feira(22) na sede da Superintendência do Trabalho, não teve nenhuma proposta dos empresários. O Sindicato dos Rodoviários disse que estava, em mãos, com uma proposta de 3%, metade do que foi inicialmente solicitado.

Os rodoviários deixaram a reunião dizendo que vão para a assembleia marcada para o fim da tarde com o objetivo de propor que os coletivos rodem de graça, mas o empresários não confirmam se, nesses termos, irão permitir a saída dos ônibus das garagens.

O presidente do Sindicato dos Rodoviários,Hélio Ferreira, chegou a considerar que a atitude dos empresários foi “desonesta”, pois, em vez de fazer negociações, buscou desmobilizar a ideia da greve, com ações na justiça.

Em entrevista, logo após saber do resultado da reunião, o prefeito de Salvador, ACM Neto disse que a greve pode ser interesse dos empresários. “Eu disse a eles ontem, pois é uma forma de pressionar pelo aumento das tarifas”, afirmou o prefeito.

 

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UM COMENTÁRIO

*