Queda de avião de transporte militar na Argélia deixa 257 mortos; não há sobreviventes

As chamas que tomaram conta do avião logo após a queda, deram pouca chance aos que eram transportados

Um avião militar caiu esta quarta-feira(11),  no aeroporto de Boufarik, na Argélia. De acordo com os dados oficiais do ministério da Defesa, o aparelho ficou totalmente destruído e 257 pessoas morreram. Ainda segundo o governo local, todos eram militares e membros das suas famílias e dez são membros da tripulação. O mesmo documento não faz referência a sobreviventes.

Modelo de avião que sofreu o acidente

O aparelho, um avião de transporte Ilyushin-76, caiu num terreno agrícola perto do aeroporto de Boufarik, a cerca de 30 quilômetros da capital. A defesa civil do país mobilizou para o local centenas de pessoas, ambulâncias e outras viaturas.

O avião tinha como destino a base aérea militar em Béchar, no sudoeste do país. Antes tinha previsto fazer uma escala em Tinduf, cidade que abriga milhares de refugiados do vizinho Saara Ocidental. O avião caiu poucos minutos após ter decolado.

O Chefe do Estado-Maior do Exército, o General Ahmed Gaïd Salah, já se deslocou para o local no sentido de tomar as medidas necessárias. Entretanto, ordenou a imediata nomeação de uma comissão de inquérito para determinar as circunstâncias do acidente.

As autoridades adiantaram que foram resgatados alguns sobreviventes, “retirados com queimaduras profundas provocadas pelas chamas na fuselagem”.

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UM COMENTÁRIO

*