Polícia procura autores do assassinato de investigador baleado enquanto dirigia na CIA-Aeroporto

Crime foi no começo da noite desta terça-feira e provocou grande revolta dos colegas da vítima que atuava no combate ao tráfico de drogas

pessoas tentaram socorrer o policial, mas ele morreu no local em que levou os tiros, ainda dentro do carro que capotou

O policial civil Luis Alberto dos Santos, que trabalhava na 26ª Delegacia de Abrantes, município de Camaçari, foi morto a tiros na noite desta terça-feira(31). O carro que ele dirigia foi perseguido na BA 526 -CIA/Aeroporto, nas proximidades do Condomínio Campo Belo e um homem fez vários disparos. O policial perdeu o controle do carro que capotou na via.

Pessoas que passavam no momento pararam para prestar socorro a Luis Alberto, mas o encontraram sem sinais vitais. Uma equipe de socorristas da concessionária que administra a rodovia chegou a ser deslocada. A Polícia Técnica foi acionada para fazer a perícia e remover o corpo do agente civil.

A morte de Luis Alberto é um dos assuntos mais comentados em redes sociais, com várias manifestações de pesar. Colegas e amigos lamentam a ocorrência, enquanto está organizada uma grande caçada aos criminosos, tomando por base depoimento de testemunhas.

Câmeras de segurança da concessionária também devem ser usadas na tentativa de identificação dos autores do crime que pode estar ligado a insatisfações de bandidos às ações da polícia no combate ao tráfico de drogas na área de atuação de Luis Alberto.

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UM COMENTÁRIO

*