Polícia faz novas apreensões e ações e tenta acabar com o clima de tensão e insegurança em Salvador e RMS

Depois de mais ataques a coletivos, polícia apreendeu outro menor envolvido nesse tipo de crime também no interior, ontem

Mais um menor usado por traficantes em ação que destruiu um ônibus em Alagoinhas(Foto: Divulgação/SSP)

A Secretaria de Segurança Pública da Bahia espera um fim de semana menos tenso do que foram os últimos três dias na capital e algumas cidades da Região Metropolitana, com ataques a ônibus, fechamento de comércio por ordem de traficantes e manifestações dentro da Penitenciária Lemos Brito em clara provocação às ações da polícia baiana que, em confronto com traficantes, matou um dos seus líderes no meio da semana.

Depois da morte de Marcelo Batista dos Santos, conhecido no mundo do crime pelo apelido de Marrendo, que, segundo a polícia reagiu à prisão no Litoral Norte, um ônibus foi incendiado nas imediações do Centro de Convenções, em Salvador, na noite da quinta-feira(10). No dia seguinte, a polícia fez a apreensão de um menor de 15 anos acusado de participar da ação que não deixou nenhum ferido.

E ainda na noite do mesmo dia, uma equipe da Operação Gêmeos da Polícia Militar localizou outro criminoso envolvido no incêndio: Fábio Carvalho de Santana foi preso, na   numa localidade conhecida como Baixa Fria, no bairro da Boca do Rio.

Fábio Carvalho de Santana, segundo a polícia, envolvido no ataque ao ônibus incendiado perto do Centro de Convenções(Foto: SSP/Divulgação)

Com o traficante de drogas foram apreendidos pedras de crack e uma pequena quantia em dinheiro. Fábio foi autuado no Grupo Especial de Repressão a Roubos em Coletivos (Gerrc).

Os ataque a coletivos não ficaram apenas em Salvador. Na cidade de Alagoinhas também houve esse tipo de ação criminosa, atribuída a grupos que protestavam contra a morte de Marrendo, tido como chefe do tráfico, também naquela cidade e em Catu. A “solidariedade” dos parceiros de crime provocou o ataque, mas na madrugada deste sábado(12), investigadores da 2ª Coordenadoria de Polícia do Interior(Alagoinhas) apreenderam, na um adolescente de 16 anos que atacou um ônibus no bairro Miguel Velho. No momento do flagrante ele estava com o celular da cobradora e o dinheiro roubado na ação criminosa nos bolsos.

O menor foi autuado sede da Coorpin. A polícia realiza  buscas na área com o objetivo de localizar os comparsas do adolescente.

Tanto em Salvador quanto em Pojuca, Catu e Alagoinhas, há um reforço do policiamento, com cerca de 600 homens à mais reforçando o efetivo em diversos pontos, para evitar que haja reação dos bandidos e novas ações.

Zenildo dos Santos Júnior estava com a prova do crime em mãos, segundo a polícia. Ele é outro acusado de atacar coletivos e participar do tráfico de drogas(Foto: SSP/Divulgação)

Enquanto isso, os demais envolvidos nos crimes seguem sendo procurados, a exemplo de um homem conhecido por “Deived do canal” que na noite de ontem(11), atacou e tocou fogo em mais um ônibus que trafegava pelo bairro Tancredo Neves. Não houve feridos, mas outros carros que estavam nas proximidades do local do crime foram atingidos pelo incêndio que deixou moradores preocupados e tensos.

É possível que ainda neste sábado, a direção da SSP volte a se reunir para discutir novas ações que visam deixar a população tranquila e com sensação, pelo menos, de que a polícia está garantindo a segurança de todos. A reunião realizada na tarde da sexta-feira no auditório do Centro de Inteligência, no Centro Administrativo da Bahia, definiu estratégias para esse policiamento, bem como das ações dentro do Complexo da Mata Escura, de onde um grupo de bandidos dá as ordens para os crimes do lado de fora.

A SSP não comentou a reação de um grupo que, conforme o #AgoraNaBahia denunciou, reverenciou alguns bandidos e distribuiu o áudio através de redes sociais, em clara provocação às ações policiais, depois da morte de Marrendo e outros integrantes do crime organizado.

 

SEM COMENTÁRIOS