PM apreende “paredões de som” e termina festa irregular com três mil pessoas em Pirajá

Aumento do consumo de drogas e enriquecimento do tráfico, foram alguns dos motivos alegados para a operação policial

Local da festa estava lotado quando a PM chegou(Foto: Divulgação/SSP)

Visando coibir a poluição sonora, a ‘Operação Silere’, teve mais uma ação realizada por equipes da 48ª Companhia Independente da Polícia Militar de Sussuarana, na madrugada deste domingo(19). Por volta da meia noite, na Rua da Indonésia, próximo à Estação Pirajá, cerca de 3 mil pessoas se reuniram, em um galpão, para uma festa irregular. Três paredões de som foram apreendidos, além de três motocicletas.

Equipamento apreendido pela PM em festa que não tinha autorização(Foto: Divulgação/SSP)

Segundo o comandante da 48ª CIPM, major César Souza Ferreira, residentes dos bairros Marechal Rodon, São Caetano, Calabetão, Santo Inácio, Mata Escura e Sussuarana estavam realizando um evento sem alvará de funcionamento. “Esses encontros de paredões costumam unir uma péssima combinação que são o álcool, som alto e vários tipos de drogas”, afirmou preocupado.

Ele ainda salientou que essas festas clandestinas têm contribuído para o aumento do número de usuários de drogas, além de enriquecer o tráfico. “Aglomera pessoas muito mal intencionadas e ainda dificulta o trabalho da Polícia Militar”, destacou major César.

O comandante ainda explicou que, ao receber as informações, acionou o apoio de órgãos municipais que se dirigiram ao local junto com as equipes. “Nestas operações, tentamos ao máximo conscientizar a população a não participar de eventos como estes. Eles não têm nada a ganhar, muito pelo contrário”, finalizou.

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UM COMENTÁRIO


*