Pelo mundo afora: Empresário baiano sugere para Salvador equipamento usado na Noruega

Depois de viajar por diversos países, Davidson Botelho passou a observar coisas importantes que estão no mundo e capazes de ser úteis se forem bem adaptados à vida dos baianos

País lúdico e em um dos pontos mais complicados para a vida humana, a Noruega tem milhares de lagos, todos bem cuidados e com leis rigorosas de proteção(Foto: Davidson Botelho(Arquivo pessoal)
Empresário Davidson Botelho, pelo mundo, aproveitando os dias claros na Noruega(Foto: Arquivo Pessoal)

O empresário Davidson Botelho, nascido no bairro do Stiep, em Salvador, está longe de ser do tipo “mochileiro”, aquele que sai pelo mundo em busca de aventura e topa qualquer  abrigo e não se importa com o meio de viagem. Mas ele tem algo em comum com quem gosta desse estilo: adora chegar aos lugares mais distantes do planeta e, por isso, tem na bagagem, cinco passaportes já preenchidos.

O #AgoraNaBahia, sem mochila, pegou carona com Davidson para buscar as melhores imagens e compartilhar com os seus leitores o que há de melhor mundo afora. E o empresário topou o desafio e topou uma viagem com olhar especial: descobrir coisas por onde passa que são diferente e que poderiam estar entre nós.

Rodovia 64, por onde até pedestre paga pedágio é uma das mais bem cuidadas da Noruega e considerada uma das mais bonitas do mundo pelas paisagens que reserva aos viajantes(Foto: Davidson Botelho/Arquivo pessoal)

Nessa primeira reportagem que o #AnB apresenta, Davidson está na Noruega, país nórdico, localizado na Escandinávia, extremo norte da Europa, e conta com inúmeras curiosidades, belas paisagens e riquezas culturais de quase um milênio – também tido como um dos melhores e mais seguros países para se viver do mundo.

Ele encontrou algumas das mais belas paisagens de todas as viagens que já fez e fez questão de pegar a estrada ao volante de um carro para estar mais perto das coisas e buscando curiosidades.

Para quem não conhece, o nome oficial da nação é Reino da Noruega, e o mapa do país tem o curioso formato geográfico continental de uma colher retorcida. A Noruega faz fronteira com a Suécia, Finlândia e Rússia. Todo o seu território é bastante gelado, com breves verões amenos (com máximas de 25°C) e longos invernos rigorosos com grandes quantidades de neve (em alguns locais os termômetros batem os -40°C).

“Noruega” quer dizer em norueguês “caminho para o norte” e o país forma a Escandinávia com a Suécia e a Dinamarca(Finlândia e Islândia não fazem parte oficialmente desse conjunto). É,também, um dos países mais ricos do mundo, além de ser considerado o mais pacífico, mas enfrenta um gravíssimo problema: as taxas de suicídio são extremamente altas no país (aproximadamente 10 pessoas em 100 mil cometem suicídio) e muitas justificativas dizem que o tempo constantemente nublado, frio e chuvoso é um dos responsáveis por manter os noruegueses mais deprimidos.

A aurora boreal, fenômeno natural que pode ser observado na Noruega, é uma das atrações turísticas que atrai gente do mundo inteiro. É composto por brilhos multicoloridos que ocorrem em decorrência das partículas de vento solar e a poeira espacial.

O nome Noruega, em norueguês, significa “caminhos do norte” e o país ainda tem algumas tradições: é um dos mais caros do mundo, tem a gasolina mais cara do planeta, entre novembro e janeiro o sol praticamente não aparece e os dias ficam escuros iguais às noites, especialmente no extremo norte do país.

Mas o que um viajante baiano iria descobrir de interessante nesse lugar tão distante e que pode ser aplicado aqui em Salvador, a quente capital dos baianos, lugar de hábitos e de gente bastante diferente?

É isso o que ele mostra nesse vídeo. Clique AQUI e assista.

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UM COMENTÁRIO


*