Mulher é presa por assalto a banco; era esposa do líder e olheira do grupo

Segundo a polícia, a mulher trabalhava como olheira do grupo com informações precisas para as ações(Foto: Divulgação)

Integrante da quadrilha que assaltou o Banco do Brasil, de Boa Nova, distante 430 quilômetros de Salvador, em 4 de abril, Carla França foi presa em casa, no município de Cândido Sales. Ela tinha um mandado de prisão temporária em aberto, cumprido por policiais de Departamento de Repressão e Combate ao Crime Organizado (Draco), com apoio de 10ª Coordenadoria Regional de Polícia do Interior (Coorpin), com sede em Vitória da Conquista.

Segundo investigações do Draco, Carla, que é mulher do líder da quadrilha, atuava como olheira do grupo, além de participar da organização dos assaltos. Carla, desde a prisão, ontem(19), está à disposição da Justiça, no presídio Nilton Gonçalves. As buscas pelos oito criminosos envolvidos no assalto continuam. Nesta semana, três mandados de busca e apreensão foram cumpridos em Cândido Sales.

SEM COMENTÁRIOS