Mais de mil famílias recebem apartamentos do Minha Casa Minha Vida em Salvador

Entrega dos imóveis foi feita pelo prefeito ACM Neto na manhã desta sexta-feira, beneficiando pessoas de baixa renda

Cerca de 1.020 famílias selecionadas pela Prefeitura para o Residencial Margaridas, no Jardim das Margaridas, receberam a chave da nova casa em cerimônia realizada nesta sexta-feira (9) com as presença do prefeito ACM Neto, do ministro das Cidades, Alexandre Baldy e secretários municipais, além de políticos convidados.

No total, o Residencial Margaridas possui 1.880 unidades e os moradores já contarão com dois serviços municipais: uma Unidade de Saúde da Família (USF) e uma escola. As estruturas estarão preparadas, inclusive, para atender a 72 crianças com microcefalia, pertencentes a famílias que foram selecionadas para as novas residências. Além disso, já foram iniciadas as obras para a construção de uma nova via local, através da ligação CIA/Aeroporto. Com investimento de R$1,3 milhão pela Prefeitura, a medida vai facilitar o acesso às estações Pirajá e Mussurunga.

A seleção dos proprietários teve análise de critérios como renda familiar de até R$ 1.800, existência de crianças com microcefalia na família e moradia em situação de risco geológico, de acordo com a Portaria 321/2016, do Ministério das Cidades. Com o Residencial Margaridas, já são 12.169 unidades habitacionais do Minha Casa, Minha Vida entregues em Salvador desde 2013, o que representa um novo horizonte para essas famílias.

Dona Maria da conceição já está morando na nova casa desde a manhã de hoje(Foto: Max Haack/Secom)

A dona de casa Maria da Conceição Dias, 63 anos, realizou o sonho de receber as chaves de um dos apartamentos do Residencial Margaridas. Ex-moradora do bairro de Escada, foi obrigada a sair do local há quatro anos e ir para uma casa alugada em Fazenda Coutos. “Lá era muita agonia, a violência era demais. Foi muita luta, mas a gente luta para a vitória ser certa. Estamos hoje sendo vitoriosos nessa luta. Estou muito feliz, muito mesmo”, relatou a matriarca de nove filhos, 25 netos e seis bisnetos.

A residência de dona Maria da Conceição foi visitada pelo prefeito ACM Neto e pelo ministro das Cidades, Alexandre Baldy. Estiveram presentes também representantes do governo estadual, gestores e técnicos municipais, beneficiados e imprensa.

“Aqui temos pessoas que viviam em áreas de risco e agora vão morar com toda a segurança e conforto. Este caso (do Residencial Margaridas) é especial, pois há 73 famílias com crianças portadoras de microcefalia. Procuramos priorizar a atenção a essas mães no recebimento de residências nesse conjunto. Além disso, a comunidade receberá instituição de ensino escolar e pré-escolar e Unidade de Saúde da Família, ambos já construídos pela Prefeitura. Este conjunto é praticamente uma cidade dentro de outra cidade, devido ao grande número de pessoas que passam a viver aqui”, destacou o prefeito.

O ministro das Cidades ressaltou que o investimento federal foi superior a R$125 milhões para o Residencial Margaridas. “Alegria em realizar o sonho de quase 2 mil famílias, retirando famílias de moradias em condições subumanas e oferecendo residências em edifícios com essa qualidade que os cidadãos estão recebendo”, pontuou Baldy. Ele também destacou que tem percebido a transformação da cidade para melhor nos últimos cinco anos, fruto do esforço feito pela gestão da capital baiana.

Na ocasião, ACM Neto também assinou a ordem de serviço para a requalificação da Rua Joaquim Ferreira, que servirá como novo acesso para o recém-inaugurado conjunto e para o Bosque das Bromélias. Com serviço coordenado pela Secretaria Municipal de Infraestrutura e Obras Públicas (Seinfra), o investimento será de quase R$1,3 milhão e vai englobar drenagem e pavimentação asfáltica. A medida vai permitir que os moradores cheguem mais rapidamente a duas importantes estações de integração de modais de transporte da cidade: Pirajá e Mussurunga.

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UM COMENTÁRIO

*