Ivete se veste de palhaço e sai na pipoca no circuito Barra-Ondina

Não dá pra reconhecer: a "palhaça" Ivete foi criado dentro do espírito descontraído da cantora que experimentou o calor da avenida, sem as cordas do trio e a segurança do dia a dia(Foto: Reprodução)

Este, sem dúvida, foi o carnaval de Ivete Sangalo. A juazeirense, consagrada em todo o país, teve momento de apse ao ser homenageada no desfile das escolas de sambada na Marquês de Sapucaí, no Rio, palco reservado exclusivamente a celebridades de primeira grandeza. Na Bahia, Ivete voltou a reinar e agora aparece nas redes sociais e é destaque em toda a imprensa com cara de palhaço, literalmente.

Longe de pensar que o termo “palhaço” é alguma coisa pejorativa, como costumeiramente se fala na Bahia, onde pessoas que aprontam coisas bizarras são assim consideradas. Mas Ivete criou e, mais uma vez mostrou o seu lado simples e, acima de tudo, criativo. Ele desceu do trio e vou para a avenida como um folião comum, sem precisar do cerco de seguranças, normalmente visto com ela.

Na conta que mantém no Instagram, ela anunciou o que fez: “E para fechar com chave de ouro o meu carnaval, amigos reunidos na pipoca da minha cidade Salvador! Que farra boa. Saí do Farol da Barra e fui ver de pertinho @xanddyharmonia voltei peguei @durvallelys fui até ondina voltei peguei @claudialeitte voltei peguei @armandinhomacedo e depois fui me divertir no @camarotecluboficial . Meus amigos que eu amo foram junto comigo e foi demais!!! Feliz carnaval!!!!”

Um homem se aproxima do “palhaço” e dança, sem imaginar que está ao lado de uma das maiores estrelas da música brasileira(Foto: Reprodução)

Bela farra de Ivete, compartilhada com um mundo de fãs que ficaram frustrados ao não ter conseguido identicar a “diva” no meio da rua. Nem um homem que aproveitou pra dançar ao lado dela, já em Ondina, mas bem longe de imaginar que aquele momento da dança que fazia de forma espontânea poderia ser destaque em jornais de todo o Brasil.

Ivete, com a atitude, mostra o verdadeiro espírito do carnaval da Bahia: a improvisação, criatividade e alegria de estar livre na avenida.

SEM COMENTÁRIOS