Inspeção de transporte escolar começa semana que vem em Salvador

Lei estabelece multa para carros que não fizerem a inspeção, além de serem proibidos de transportar estudantes

Começa na próxima segunda-feira(26), a inspeção dos transportes de escolares de Salvador, quando mais de mil veículos passarão pela fiscalização na sede da Coordenadoria de Táxi e Transportes Especiais(Cotae), no Vale dos Barris. Aquele que não apresentar o veículo na data marcada pagará multa de R$ 42,30. O atendimento será realizado de segunda a sexta-feira, até o próximo dia 9 de março, das 7h30 às 11h30 e das 13h às 16h30. O valor a ser pago pela taxa de vistoria é de R$ 81,79.
A meta da secretaria de Mobilidade(Semob) é vistoriar cerca de 100 veículos por dia por meio da ordem do número do alvará, conforme cronograma. Os fiscais municipais são capacitados para observar pontos como padronização obrigatória dos veículos, seguindo exigências do artigo 136 do Código de Trânsito Brasileiro(CTB), higiene, estado de conservação, condições de tráfego, controlador de velocidade (tacógrafo), regularidade dos equipamentos de segurança e conservação do veículo.
Veja o agendamento de acordo com o alvará de inscrição na prefeitura:
Além disso, a documentação exigida inclui cartão de identificação, carteira de identidade, comprovante de residência, licenciamento atualizado, carteira de identidade, carteira de habilitação classe D, pagamento da taxa de vistoria, “nada consta” de multas de trânsito e selo GNV. Caso seja identificado algum problema, o permissionário tem de 10 a 30 dias para solucionar a questão e retornar à Cotae para solicitar nova vistoria.
“A inspeção veicular semestral é indispensável para a segurança dos estudantes e permissionários que trafegam nestes veículos. Nossa obrigação é garantir aos pais, que contratam esses serviços, de que seus filhos estarão protegidos. A manutenção dos veículos e o bom estado de conservação refletem no baixo índice de acidentes”, esclarece o secretário de Mobilidade, Fábio Mota. Mais informações podem ser obtidas pelos telefones (71) 3202-9064 e 3202-9070.

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UM COMENTÁRIO

*