Independência da Catalunha pode deixar Barcelona sem campeonato

Governo espanhol declarou ilegal o plebiscito e fez de tudo para impedi-lo. Polícia agiu com violência

O futebol está – e deveria estar mesmo – em segundo plano neste momento, mas o Barcelona pode ficar já nos próximos dias sem um campeonato para jogar. Tudo porque o ‘sim’ venceu com quase 90% no polêmico referendo que perguntou à população da Catalunha sobre a independência do local em relação à Espanha. Com isso, o presidente catalão Carles Puigdemont já apareceu em público para prometer a declaração de independência nos próximos dias.

“Neste dia de esperança e sofrimento, os cidadãos da Catalunha ganharam o direito de ter um Estado independente na forma de uma república”, disse Puigdemont, em pronunciamento, pouco antes de prometer seguir os próximos passos e levar o resultado ao parlamento para poder declarar a independência catalã.

O problema é que o referendo foi cheio de polêmicas. O governo espanhol o declarou ilegal e fez de tudo para impedi-lo, com direito a violência nas ruas. Com isso, só 2,2 milhões de pessoas votaram – 42,3% dos eleitores aptos para isso. A expectativa é de que haja muita disputa política nos próximos dias por conta disso tudo.

De qualquer forma, o Barcelona é um grande interessado no que está acontecendo. Até porque Javier Tebas, o presidente da Liga Espanhola, já disse mais de uma vez que caso a independência catalã se concretize, o Barça e todas as outras equipes da região não poderão jogar o Campeonato Espanhol.

“Os clubes catalães não poderão jogar a Liga Espanhola caso avance o processo de independência, que acredito que não terá êxito. Eu não entendo Espanha sem Catalunha, e para mim Catalunha é Espanha”, afirmou o cartola no começo de setembro.

Neste domingo, o Barcelona teve até que jogar com os portões fechados por conta do clima de violência nas ruas. O clube nem queria entrar em campo como forma de protesto, mas foi ameaçado com a perda de seis pontos caso se rebelasse. No fim, jogou e venceu o Las Palmas por 3 a 0.

Com informações da Espn

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UM COMENTÁRIO


*