Incluir maionese nas preparações ajuda a aumentar o consumo de vegetais

92% dos consumidores passaram a consumir hortaliças ao incluir o molho na refeição

(Foto: Divulgação)

O consumo de vegetais e frutas no Brasil é bem abaixo da quantidade de 400 gramas por dia, recomendada pela Organização Mundial da Saúde (OMS). Roberta Cassani, nutricionista e doutora pela Faculdade de Medicina da USP de Ribeirão Preto, comenta que “o baixo consumo de vegetais se deve ao fato de que grande parte da população não tem este hábito na alimentação, não gosta do sabor ou da textura, e evita experimentar de novas maneiras”.

Variar o modo de preparo e o formato dos legumes e verduras, além de incluir diferentes temperos, são formas de consumi-los mais frequentemente. Dentre estas estratégias, os molhos destacam-se pela sua aceitação, sendo a maionese uma das opções mais utilizadas.

Para entender se a maionese consegue ser um incentivo a mais para o consumo de vegetais, foi realizado um estudo de oito meses com 100 pessoas, que incluíram o ingrediente em saladas e outras preparações. A pesquisa mostrou que 92% dos participantes que adicionaram maionese à preparação aumentaram a quantidade ingerida durante o período. Depois de oito meses, 94% das pessoas mantiveram o hábito e passaram a incluir os vegetais, com o molho, regularmente na dieta.

“Acrescentar molho à base de maionese pode ser um modo interessante não só para variar a maneira de consumir os vegetais, mas também de melhorar o valor nutricional da preparação, pois agrega gorduras poli-insaturadas, conhecidas como gorduras boas”, explica a nutricionista.

E acrescenta: “dentro de uma alimentação equilibrada, quanto maior o consumo de legumes, verduras e frutas, maior a gama de nutrientes ingeridos. E, portanto, o incentivo a esta variedade, por meio da experimentação em formatos, sabores e texturas diferentes é fundamental para melhorar a aceitação deles”.

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UM COMENTÁRIO


*