Homem invade estação Mussurunga, mata uma mulher a facadas, fere dois homens e se mata

Criminoso foi preso recentemente por agressão à ex-mulher e seguia fazendo ameaças depois de liberado da cadeia

Atualização às 12h20

Uma mulher morreu após ser atingida a golpes de faca na manhã desta quinta-feira(12), na Plataforma C, da Estação Mussurunga, em Salvador. De acordo com as primeiras informações, o autor do homicídio foi  Nelson Messias dos Santos, que que logo após atingir Jacineide Alves Lima, cometeu suicídio com a própria faca do crime. Inicialmente, o crime está sendo investigado como passional.

As primeiras informações dão conta de que ele entrou na estação à procura da mulher e ao localizá-la, puxou a faca que guardava na cintura, desferindo vários golpes. Dois homens que estavam próximos à vítima tentaram intervir e foram atingidas pelas facadas, tendo ferimentos.

Segundo as informações de passageiros, Messias foi ao local para tentar matar a ex-mulher que tem trabalha em uma barraca no local, mas ela notou a aproximação e acabou fugindo, enquanto a irmã dela que estava em outra barraca próxima, foi surpeendida, pois não notou a presença do ex-cunhado.

A delegada Carmen Dolôres, da 14ª Delegacia da Barra, mas que neste feriado é a responsável pelo plantão central, disse que Nelson Messias dos Santos esteve preso recentemente durante quatro dias, por agressão à ex-mulher, irmã de Jacineide que foi morta esta manhã. “Esta foi uma tragédia anunciada, pois ele tinha ficado preso por agressão, pois segundo a família ela já vinha prometendo fazer isso e acabou cumprindo”, disse a delegada em entrevista a uma equipe de tv.

Jacineide chegou a ser socorrida para o Hospital Geral do Estado(HGE), mas logo que recebia os primeiros atendimentos, morreu. Os dois outros homens, um deles identificado como José Geraldo Nunes Leite, 52 anos, e outro ainda não identificado e que não têm nenhuma relação de parentesco com a vítima ou com o criminoso, foram levados para o HGE.

Seguranças da CCR, empresa que administra o terminal, foram chamados após o crime e fizeram os primeiros atendimentos, sendo chamadas, a seguir, ambulâncias do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência(Samu). Segundo informações, o criminoso chegou em um carro que ficou perto do terminal e conseguiu entrar à pé pela área de saída dos ônibus, sem que houvesse interferência dos seguranças.

A polícia isolou a área do crime, enquanto os feridos foram levados para hospitais, mas ainda não há identificação de nenhuma das vítimas.

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UM COMENTÁRIO