Crianças devem tomar segunda dose da vacina contra gripe; 23 mil ainda não completaram a imunização em Salvador

Só em 2018, foram 91 casos de H1N1 e 20 de influenza B confirmados com 13 mortes

Campanha começa hoje para atualização da caderneta de vacinação (Foto: Sumaia Villela/Agência Brasil)

Com o objetivo de proteger integralmente crianças de seis meses a oito anos que se imunizaram pela primeira vez esse ano contra a gripe, a Secretaria Municipal da Saúde (SMS) alerta sobre a baixa procura dessa faixa etária para receber a segunda dose da vacina. O intervalo entre as doses é de um mês (30 dias). Na primeira etapa, 30 mil crianças foram imunizadas contra o influenza. Até o momento, pouco mais de 7 mil buscaram as unidades de saúde para receber a segunda dose.

“Os pais e responsáveis pelas crianças têm de estar conscientes da importância de proteger os pequenos contra as complicações da gripe por meio de uma ação simples e gratuita. Garantir a imunização agora é fundamental para evitar complicações nos meses de maior transmissibilidade das doenças respiratórias”, declarou Doiane Lemos, subcoordenadora de Doenças Imunopreveníveis.

É contra indicado buscar a segunda dose do imuno antes do final do prazo estabelecido que consta no cartão de vacinação. “Esse intervalo é recomendado porque é o tempo necessário para o organismo produzir maior número de anticorpos, ou seja, maior imunidade”, esclareceu Doiane. Mesmo com a finalização da estratégia de vacinação na capital baiana, 130 mil doses se encontram disponíveis nas 126 salas de vacina da rede municipal das 8h às 17h.

Casos de H1N1

Só neste ano, foram registrados 91 casos de H1N1 e 20 de influenza B confirmados com 13 óbitos, incluindo de uma criança de apenas dois anos. Agora, a oferta do imunobiológico que protege contra o H1N1, H3N2 e o influenza do tipo B foi ampliada para crianças de 5 a 9 anos de idade e adultos de 50 a 59 anos, além do público alvo, seguindo orientação do Ministério da Saúde. Os dois novos grupos recomendados pelo Ministério da Saúde são suscetíveis a desenvolver complicações por causa da influenza, como pneumonia ou uma internação hospitalar por isso uma ótima oportunidade de ficarem imunizados.

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UM COMENTÁRIO

*