Carnaval: SMS indica queda no número de atendimentos em postos de saúde

Uma queda de 35,8% no número de atendimentos às vítimas da violência no primeiro dia oficial do Carnaval, quinta-feira(22), em comparação com o ano passado, quando foram realizados 67 atendimentos, contra 43 deste ano. Os dados são da Secretaria de Saúde de Salvador.

Ainda de acordo com os números, os incidentes com maior queda foram ferimento acidental(57%) e intoxicação alcoólica (21%). A maioria das ocorrências predominou no sexo feminino (23) e na faixa etária de 20–39 anos com 21 atendimentos (48,8%), seguida de 10-19 anos, com nove (20,9%). Do total de atendimentos houve uma transferência para o Pronto-Atendimento Maria Conceição Imbassahy, decorrente de intoxicação exógena.

Para atendimento aos foliões durante o 1º dia de Carnaval oficial, a Secretaria Municipal de Saúde (SMS) montou, estruturou e equipou um módulo assistencial no Farol da Barra, Circuito Dodô (Barra-Ondina). Dos 43 atendimentos 32 (74,4%) foram clínicos, sete (16,3%) cirúrgico, três (7%) ortopédicos e um (2,3%) bucomaxilo. As principais causas de atendimentos foram intoxicação alcoólica (15), agressões físicas (04), dor em membros inferiores (03), ferimento acidental (03) e intoxicação exógena (02).

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UM COMENTÁRIO